Papa encoraja a paz e a reconciliação na Colômbia

A Secretaria de Estado publicou um comunicado informando que o Papa Francisco está satisfeito com a notícia da conclusão das negociações entre o Governo e as FARC-EP, que encerram o intenso processo levado a cabo nos últimos anos.

Francisco reitera seu apoio no objetivo de alcançar a concórdia e a reconciliação de todo o povo colombiano, à luz dos direitos humanos e dos valores cristãos que estão no centro da cultura latino-americana.

No último dia 12 de agosto, Sua Santidade foi convidado a nomear um representante para participar do Comitê de seleção dos Magistrados que comporão a Jurisdição especial para a paz. No entanto, considerando a vocação universal da Igreja e a missão do sucessor de Pedro como Pastor do Povo de Deus, seria mais apropriado que esta tarefa seja confiada a outras instâncias – afirma a nota.

O Papa Francisco encomenda o processo de paz na Colômbia à materna proteção da Santa Mãe de Deus, Rainha da Paz, e invoca o dom do Espírito Santo para que ilumine o coração e a mente daqueles que estão chamados a construir o bem comum da nação colombiana.

O governo da Colômbia e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farcs) chegaram no dia 24 de agosto um acordo de paz definitivo que põe fim a um conflito armado de mais de 50 anos e que agora deve ser referendado pelos cidadãos do país em um plebiscito no dia 2 de outubro e por uma conferência interna da organização guerrilheira.

O anúncio foi feito em Havana pelo mediador do governo de Cuba nas negociações, Bruno Benítez.

Fonte: Rádio Vaticano

Os comentários estão encerrados.