Tudo pronto para o 51º Congresso Eucarístico Internacional

1563075_ArticoloSão esperadas cerca de 10 mil pessoas para participar do 51º Congresso Eucarístico Internacional a ser aberto em Cebu, Filipinas, em 24 de janeiro de 2016. Os trabalhos serão precedidos por um Simpósio Teológico de três dias, a partir de 20 de janeiro. “Cristo em vós, esperança da glória” é o tema do encontro. O encontro nas Filipinas havia sido anunciado por Bento XVI ao final do Congresso precedente, realizado em Dublin, em junho de 2012.

Países de maioria católica no sudeste asiático

Trata-se do segundo Congresso a ser realizado no país asiático. Anteriormente, por vontade do Papa Pio XI, havia sido realizado o 30º Congresso, em fevereiro de 1937. O Pontífice da época quis sublinhar a importância e a ligação da Eucaristia com a atividade missionária da Igreja, escolhendo as Filipinas pela sua importante presença católica. Ainda hoje esta nação, juntamente com Timor Leste, é a única de maioria católica do continente.

500 anos de evangelização do país

“A escolha filipina – sublinha o Bispo de Cebu, Dom Palma – também é relevante por dois motivos temporais. O primeiro é que o Congresso será realizado após as celebrações de Santo Nino, festa ligada à chegada do cristianismo no país; o segundo é que nos preparamos para recordar os 500 anos de evangelização das Filipinas, ocorrida em 1521”.

Mensagem de esperança aos jovens e indigentes

O tema escolhido para o evento – extraído da Carta de São Paulo aos Colossenses – “quer sublinhar como a tensão escatológica inerente à Eucaristia ofereça um impulso ao caminho histórico dos cristãos, colocando uma semente de esperança no compromisso evangelizador de cada um no mundo de hoje”. Dentro do tema da esperança será sublinhado o anúncio do dom de Deus aos jovens e o compromisso em favor dos mais  indigentes na Ásia.

Presenças

“Esperamos – conclui Dom Palma – a presença de 20 cardeais, 50 bispos asiáticos e mais de 100 prelados filipinos. Temos cerca de 9 mil peregrinos registrados de 57 nações e mais de 5 mil voluntários. Quase 600 famílias se disponibilizaram para acolher os nossos hóspedes e uma Comissão especial foi encarregada para fazer de modo com que também os nossos irmãos mais necessitados possam unir-se a nos”.

Atividades

As atividades são divididas em duas partes principais: o Simpósio Teológico e o Congresso propriamente dito, que se concluirá em 31 de janeiro. O legado papal é o Arcebispo de Yangon, Cardeal Charles Maung Bo. Entre os temas a serem tratados estão “Liturgia e enculturação”, “Evangelização no mundo secular”, “Eucaristia e diálogo entre as outras culturas”, “Eucaristia e a relação inter-religiosa”.

Conferencistas

Deverão se pronunciar, entre outros, os Cardeais Oswald Gracias, de Mumbai,  John Onaiyekan, de Abuja, o estadunidense Timothy Dolan e o Arcebispo de Manila, Cardeal Luis Antonio Tagle. No Simpósio também deverá se pronunciar o Padre Sebastiano D’Ambra, missionário do Pontifício Instituto Missões Exteriores, que há anos vive e trabalha em Mindanao. (JE/Asianews)

Fonte: Rádio Vaticano

Os comentários estão encerrados.